Sete Dicas Pra Blogueiros Estreantes #rotaroots


Beach Park: Dicas Essenciais Para Visitar


De imediato se foi o tempo em que elaborar e manter blogs e sites profissionais no ar era serviço exclusivo pra programadores e desenvolvedores mais experientes. Isto por causa de o CMS (Content Management System - em tradução livre: Sistema de Gerenciamento de Conteúdos) facilitou a existência das pessoas que gerenciam páginas pessoais e empresariais pela internet.


Entre tantas ferramentas à persistência, a mais conhecida é o WordPress, que sabe 68% nesse mercado de CMS, conforme medição da Open Source CMS. Por conta da sua popularidade e da amplo comunidade construída, a ferramenta evoluiu e deixou de ser somente uma plataforma pra sites, passando a ajudar para administrar revistas digitais e web sites corporativos. Finalmente, web sites que atualizam assunto periodicamente.


  • Prontamente implementou os botões para que o leitor possa escoltar seus perfis nas mídias sociais

  • Visita guiada (e gratuita) ao Teatro Municipal de SP

  • Irá anotando tuas ideias, dicas de leitores ou compradores em algum território

  • Web sites que executam fonte pro seu,

  • 5 Mídia 25.5.1 Wikimedia Website

  • Episódio 377

  • Digitar posts como convidados em outros blogs…



Pra se ter uma ideia, os portais da Forbes, USP e Catraca Livre utilizam o WordPress. Outro CMS popular é o Joomla, com 11% de market share - pela segunda colocação. Lançada em 2005, a plataforma está em permanente expansão e agora detém mais de dez versões. Deste jeito, vem conquistando o seu espaço. Porsche, Danone e o Ministério da Educação (MEC) são alguns exemplos de empresas que montaram seus blogs utilizando o Joomla.


Quando falamos da constituição de sites, de um jeito geral, segundo levantamento da W3Techs, website que monitora métricas de tecnologia, 25% dos sites são feitos com WordPress e somente 2,8% com Joomla. O índice parece baixo visto que um pouco mais de 57% dos websites ainda não utilizam nenhum CMS, são feitos “na mão”, geralmente com páginas HTML.


Sem demora, deixando os números um tanto de lado e dizendo da parte técnica do WordPress e do Joomla, eles se assemelham por serem baseados na linguagem de programação PHP, que permite a fabricação de assunto de modo intuitiva. Eles bem como são CMS de código aberto, quer dizer, é possível desenvolver layouts profissionais e personalizados pra diferentes negócios sem pagar um centavo por isso.


Apesar de tudo, os dois oferecem um universo de plugins que potencializam e complementam funcionalidades aos blogs. De forma resumida, em tão alto grau WordPress quanto o Joomla são ótimas escolhas de CMS. Em vista disso, escolher um entre os dois é uma decisão que depende da indispensabilidade do seu projeto e das suas habilidades. Vale lembrar que os dois aplicativos estão, do mesmo modo outros, disponíveis no painel de controle do UOL HOST. ⇒ Visualize o passo a passo de instalação do Joomla em filme.


⇒ Encontre o passo a passo de instalação do WordPress em filme. Dessa maneira, ainda está em indecisão em ligação a qual CMS é o melhor para o seu projeto? Por ser um sistema poderoso e mais robusto, o Joomla é a alternativa ideal pra projetos mais complexos, aqueles que exigem diversas funcionalidades. Como é possível configurar de tudo na plataforma, você pode montar fóruns e páginas exclusivas para freguêses com login e senha, agendar data e hora pra entrada e saída de conteúdos, entre outras aplicações. Inclusive, dá até pra transformar teu projeto numa mídia social. Num primeiro momento, trata-se de uma plataforma dificultoso para navegar, desse modo, não é muito aconselhável para quem nunca mexeu com CMS e tem pressa pra botar um projeto no ar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *